Vem aí o WiGig – Redes sem fios a 7 Gbps

WiGig
A tecnologia sem fios garantirá débitos de transmissão 10x superiores à norma 802.11n
Os grupos Wi-Fi Alliance e Wireless Gigabit Alliance (também conhecido como WiGig Alliance), anunciaram esta segunda-feira um acordo de cooperação no sentido de fornecer comunicações wireless  ”multi-gigabit” (alto débito) em rede wireless. Este novo padrão, funcionará na frequência dos 60 Ghz, que não é licenciada na maior parte do mundo. O objectivo deste novo standard é dotar as redes sem fios, de grande taxas de débito em áreas relativamente reduzidas.
O grupo WiGig Alliance já tinha anunciado as especificações em Dezembro de 2009, onde referiu que esta nova norma permitirá velocidades de transmissão 10x superiores, comparando com as normas actuais (802.11n – 600 Mbps). No entanto, a barreira dos 6 Gbps (10x 600 Mbps) foi ultrapassada tendo sido atingido taxas de transmissão na ordem dos 7 Gbps (aproximadamente 900 MB/s, quase 1 GB por segundo). No entanto, as taxas anunciadas representam normalmente valores máximos teóricos para cenários perfeitos, sem interferências ou outros factores que possam influenciar o funcionamento da rede.
Esta nova tecnologia será direccionada para a interligação de equipamentos domésticos como por exemplo TV, computadores, DVD/Blu-Ray, consolas de jogos, projectores, telemóveis, etc.
Com uma taxa na ordem dos 7Gbps será possível, por exemplo, reproduzir um vídeo em Blu-Ray através da rede sem fios para a TV, sem qualquer latência.
A tecnologia WiGig não pretende substituir a tecnologia Wi-Fi actual, mas sim complementá-la.
Como já referimos em outros artigos, as redes Wi-Fi tradicionais funcionam nas bandas dos 2.4 e 5 Ghz (ver aqui). Este novo standard irá no entanto aproveitar a frequência dos 60 Ghz e será retro compatível com a norma 802.11n segundo referiu Edgar Figueroa (CEO Wi-Fi Alliance).
A WiGig Alliance anunciou ainda que com a introdução da técnica de processamento de sinal “beam-forming”, foi possível ter um alcance superior a 10 metros, como estava definido inicialmente.
Ainda não existem informações sobre o lançamento de produtos (provavelmente em 2011) que suportem esta nova tecnologia, no entanto a WiGig garante que a tecnologia é estável e está disponível.
A WiGig despertou o interesse a algumas empresas notáveis na área do networking e semi-condutores, contando já com a colaboração da Intel, Dell, Nvidia, LG, Nokia, Samsung, Toshiba, Microsoft, Cisco, AMD, Atheros, Broadcom, NEC, entre outras.

Fonte: Peopleware 

Posted on Maio 12, 2010, in Notícias, Wireless. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: