WebM

Embora o HTML5 seja o standard que se está a tornar o motor da web de amanhã, a infraestrutura que permitia a reprodução de vídeo utilizada por esta tecnologia estava longe de ser consensual. Por um lado o H.264 leva vantagem por ser um codec mais utilizado pela indústria, mas está altamente protegido por patentes. Por outro lado o Ogg Theora leva vantagem por ser totalmente livre e open source, embora aparentemente ficando atrás a nível de compressão / qualidade.
A Google, dá um passo de gigante para resolver o impasse que existia e a partir de hoje libertou o formato WebM como open source. O WebM é baseada no codec VP8, do qual a Google se tornou proprietária ao comprar a empresa On2. A eficiência deste codec sempre foi muito elogiada pelo seu rácio compressão / qualidade, e foi defendido por alguns especialistas na área como superior ao próprio H.264. Na vertente áudio a Google socorreu-se do codec Ogg Vorbis, cuja a sua qualidade se tem mostrado unânime.
Mas a nova aposta da Google vai bem mais além disso. A partir de hoje suportará o codec nas versões de desenvolvimento do Chromium, estando disponível uma primeira versão do Chrome com esta tecnologia em 24 de Maio. Para dar o exemplo e demonstrar as potencialidades desta tecnologia de reprodução vídeo, a Google irá disponibilizar uma opção no YouTube para que os utilizadores deste possam usufruir do WebM, à semelhança do que já faz com o H.264.
A Mozilla, um dos principais defensores do Ogg Theora e crítico da elevada dose de patentes a proteger o H.264, abraçou esta iniciativa da Google e também já a partir de hoje, as versões de desenvolvimento do browser da raposa flamejante, irão suportar o mesmo codec. A Opera também se irá juntar ao apoio à adopção desta nova tecnologia, com o seu suporte, segundo os seus responsáveis, a “chegar brevemente”.
No anúncio da criação do projecto WebM, sabe-se que todo o código estará disponível na bastante permissiva licença BSD, para quem o quiser utilizar e consultar. A Google aproveitou para anunciar os seus principais parceiros na vertente de software e hardware. Neste aspecto, destacam-se as seguintes empresas:
Software
– Android
– Skype
– Adobe (que irá utilizar o codec para o seu flash player)
Hardware
– AMD
– ARM
– MIPS
– Marvell
– NVidia
– Qualcomm
– Texas Instruments
Parece-nos uma atitude muito positiva da parte da Google. Assim poderá claramente, pôr um ponto final à guerra que andava a ser travada no último ano por parte desta, da Apple e Microsoft em favor do H.264 e a Mozilla e a Opera como defensores do Ogg Theora.
Será que este novo anúncio vem de alguma forma isolar a Apple e a Microsoft, não lhes dando alternativa? Ou a “inflexibilidade” que já marcou algumas das decisões das duas empresas falará mais alto?
Só os próximos tempos dirão se estas empresas irão abraçar esta nova tecnologia, com bastante vantagens. Mas claramente agora são três contra dois, colocando mais pressão nos dois gigantes da indústria informática. Todos nós devemos saudar o facto de alguns dos principais responsáveis pela inovação que hoje em dia existe na navegação web, estarem de acordo neste aspecto. Pode assim o HML5 dar,  finalmente, os passos que necessita para revolucionar a forma como navegamos e vemos a Web. WebM Project
fonte: pplware 

Posted on Maio 20, 2010, in Codecs. Bookmark the permalink. 3 comentários.

  1. boaspreciso de mais uma ajudinha.ja tive o windows 7 genuino mas penso que o ccleaner me removeu o serial que o validava.o programa que tinha nao me esta a funcionar, nao saberas de um porreiro?cumprimentos

  2. Oi,bem, para começar acho quase impossível o ccleaner ter removido o serial do Windows, alem disso, ha uma questao, o programa esta actualizado? e claro que existem outras hipoteses, tens o antivirus actualizado? pois quem garante que nao foi um virus que te "limpou" o serial?O que eu aconselho e´ usar sempre os programas actualizados!Se ainda tens o ccleaner, actualiza-o!O mesmo digo para o windows e anti-virus.Eu as vezes também uso o spybot search&destroy, pode ser que tenhas algum "lixo" e ele ira limpar tudo –> Spybot Search & Destroy 1.6.2Caso precises de mais alguma coisa e´ só dizer

  3. acho q m expliquei mal. o windows 7 é que deixou de ser genuino e nao encontro 1 programa que mo volte a por normal, experimentei 1 mas nao resultou

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: