Monthly Archives: Maio 2011

Asus Eee Pad Transformer overclockeado a 1,4GHz!!!

O Asus Eee Pad Transformer já tem disponível um kernel personalizado para que o dispositivo possa sofrer um overclock para 1,4 GHz. Isto dá uma pontuação no Quadrant perto dos 4300 pontos e uma classificação de 59,4 MFLOPS, segundo os utilizadores do fórum XDA Developers. Como é de esperar, é necessário o acesso ao root do sistema, e existe a possibilidade de que suas informações e / ou a garantia possam ser perdidas, ou seja, devem-se tomar as medidas necessárias antes de prosseguir.

Infelizmente, este hack em particular, faz com que o Asus Eee Pad Transformormer fique instável. Se você quiser usar o seu tablet com confiança existe um kernel personalizado que aumentam a velocidade para cerca de 1,2 GHz e é mais estável. Este é apenas o começo do overclock para este tablet, ou seja, você pode esperar melhores resultados num futuro próximo.

Asus Eee Pad Transformer

 

O Eee Pad Transformer da Asus é diferente dos outros tablets devido às suas caracteristicas que permite transformar esta máquina em um netbook. Além de tornar o dispositivo mais conveniente para o escritório, estendendo a vida útil da bateria de 9,5 horas para 16 horas, porque ele contém uma bateria secundária. Além disso é um dos poucos tablets com o Android 3.0 (nome de código: Honeycomb).

O Asus Eee Pad Transformer tem um ecrã táctil IPS de 1280×800 de 10,1 polegadas de vidro Gorila, um processador Nvidia Tegra 2 de dois núcleos, 1GB de RAM, camera traseira de 5.0MP, câmera frontal de 1.2MP, slot microSD, e saída HDMI. Ele também tem caixas acústicas, fichas para fones de ouvido, USB 2.0, Wi-Fi 802.11 b / g, Bluetooth 2.1, sensor G, sensor de luz, giroscópio, bússola eletrônica e GPS. Além disso, vem com a interface Asus Waveshare, que inclui o MyNet (para streaming de conteúdo para dispositivos de rede), o MyLibrary (livraria digital) e o MyCloud (armazenamento para a “nuvem” e uma ferramenta de acesso remoto).

Novidades: Samsung Galaxy Tab 10.1 vem com Android 3.1

O novo Galaxy Tab 10.1 da Samsung virá com a plataforma Android 3.1 (nome código Honeycomb) diretamente da fábrica, o que significa que você não tem que atualizar o sistema operacional. O Galaxy Tab 8.9, que ainda não tem data de lançamento, provavelmente irá seguir os passos de seu irmão mais velho.

A informação vem de uma atualização no site da do Galaxy Tab 10.1. Isto foi confirmado pelo Twitter conta no Twitter da Samsung Mobile nos EUA:

@ Blayze04 estás correcto. O Galaxy Tab 10.1 inicialmente era 3.0, mas agora será Android 3.1 – http://ow.ly/51E07

Samsung Galaxy Tab 10.1

 

A versão Wi-Fi do Samsung Galaxy Tab 10.1 estará pronta em 08 de junho de 2011 com dois modelos, um de 16GB por US $500 e 32GB por US $600. A versão 8.9 também tem dois modelos, um de 16GB para US $470 e um de 32GB por US $570. Estas máquinas irão-se juntar ao Galaxy Tab original de 7 polegada, que tem sido um verdadeiro sucesso para a empresa.

A gigante do hardware está a promover estes dois novos dispositivos como o mais fino do mundo, com uma espessura de apenas 8,6 milímetros. O novo Galaxy Tab 10.1 tem um peso de 595 gramas, enquanto o Samsung Galaxy Tab 8.9 pesa 470 gramas. Ambos têm suporte para redes HSPA+ com velocidades de até 21Mbps, Bluetooth e Wi-Fi 802.11 a / b / g / n. Além disso, também têm uma camera traseira de 3.0 MP e uma frontal de 2.0 MP, e a opção de ver vídeos de 1080p. Os dois tablets têm um processador de aplicação dual-core de 1,0 GHz e um ecrã WXGA de 1280×800.

O que as especificações não mencionam é se estes dois dispositivos vêm pré-carregados com um Reader Hub e um Music Hub, os quais oferecem acesso instantâneo a mais de 2,2 milhões de livros, 2.000 jornais em 49 idiomas, 2300 revistas em 22 idiomas e 13 milhões de canções. No entanto, também têm a Samsung Social Hub que inclui e-mail, mensagens instantâneas, contatos, calendário e redes sociais em um único interface.

Qual o segredo do Google Adsense?

Muitas pessoas que usam o Google Adsense acreditam que existe algum segredo para conseguir aumentar os seus lucros de uma forma “mágica”.  Sinceramente, eu acredito que existam algumas formas de conseguir aumentar os lucros do Adsense, mas isso baseia-se em trabalho:

  • Fazer o seu site aparecer em motores de pesquisa.
  • Escolher uma boa estrutura para a publicidade do Adsense.
  • Cores, keywords, tamanhos de letra, etc..
  • Enfim, trabalho de webmasters / bloggers.

Escusado será dizer que se houverem segredos para aumentar os lucros no Adsense ninguém os conhece, a não ser o pessoal do Google, porque eu nunca vi nada que fizesse algo do tipo: se um blog tiver determinadas keywords o CTR é de 200%. Lool.

Bem, assim sendo, o único segredo que se pode tentar é à base de trabalho e já o ditado diz: “Quem nada trabalha, nada tem”. Ora, se você usa o Google Adsense e quer aumentar os seus lucros significativamente sem fazer nada ou quase nada, também não vai ganhar nada ou quase nada.

Além disso, há pessoas que tentam aumentar os seus ganhos no Adsense através de várias formas ilicitas que não são permitidas de acordo com a politica do Adsense, o que pode resultar em ser banido do Google para sempre!

Eu ainda não descobri alguma forma de ganhar dinheiro fácil, por isso, desengane-se se pensou que este post ia revelar alguma coisa que ainda ninguem descobriu! Lool.

Já deve ter percebido que não há qualquer segredo com o Google Adsense… daaahhh!!!

Por fim, eu aconselho a aumentar os seus lucros de uma forma honesta, e para isso, é preciso fazer o que já disse antes, trabalhar! Agora a questão muda de forma, ou seja, a questão em causa é:  

Como aumentar os lucros no Google Adsense?
Existem muitas teorias, mas para começar, devido às recentes alterações do Google, devemos ver alguns Truques e Dicas: Como aumentar a qualidade do meu blog? 

Ps: Conhece algum segredo do Google Adsense? Comente!

Procura parcerias? Eu também…

Quer fazer uma parceria? É fácil, só tem de inserir o meu banner ou link no seu site ou blogue e entrar em contacto neste blog, adicionando um comentário neste post.

celestinoxp120×60

codigo para inserir o meu banner (copie e cole no seu blog):

<a href="http://celestinoxp.blogspot.com/&quot; target="_blank"> <img border="0" alt="celestinoxp" src="https://celestinoxp.files.wordpress.com/2011/05/banner_120x60.png?w=120&quot; /></a>

Para já os tamanhos disponíveis são de 120×60, e ainda só tenho o banner acima, pois ainda não tive tempo para me aplicar em editores de imagem, mas em caso de necessidade também se faz rapidamente com tamanho desejado.

Por fim, se você me quiser fazer uma proposta relativa a inserção de links em posts ou se quiser escrever um post para o meu blog, também estou disponível, entre em contacto…

O que é o Thunderbolt?

Thunderbolt

A Tecnologia da Intel em destaque na nova linha de MacBooks Pro.

A mais recente linha de computadores MacBook Pro da Apple são os primeiros produtos com a nova tecnologia Thunderbolt, que a Apple descreve como "a tecnologia mais poderosa e flexível de  Input / Output de sempre em um computador pessoal". Mas, o que exatamente é, e o que ele significa para você?

Desenvolvido sob o nome de código Light Peak, Thunderbolt é um exemplo de uma tecnologia de Input / Output (entrada e saída de dados), o que significa que ele oferece uma transferência bidirecional de dados entre o computador e outros dispositivos eletrónicos. Usando o cabo ótico com tecnologia de alta velocidade, o Thunderbolt fornece uma grande largura de banda de 10Gb / s (em um cabo de até 100m de comprimento), o que significa que a tecnologia tem a capacidade de transferir um filme em Blu-ray completo em menos de 30 segundos, o que é fantástico! Isso é mais do que 20 vezes mais rápido que USB 2.0 e mais de 12 vezes mais rápido do que o FireWire 800. E se você pensou que isso é muito rápido, então você vai gostar de saber que a tecnologia tem potencial para chegar até 100Gb / s durante a próxima década!

ficha thunderbolt
Já amplamente utilizado pela indústria de Telecomunicações, cabos ópticos utilizam a luz em vez de eletricidade para transmitir dados, o que significa que eles não estão sujeitos às mesmas restrições como cabos elétricos quando se trata de limites de velocidade e comprimento. Como resultado, mais dados podem ser transferidos em altas velocidades em distâncias maiores. Bem como cabos ópticos, a nova tecnologia também suportes de cabos elétricos. dois Thunderbolt é maneira, transferências de alta velocidade significa que você pode conectar em cadeia uma série de dispositivos e um monitor, sem a necessidade de um hub.

Desenvolvido pela Intel, em colaboração com a Apple, Thunderbolt é baseada em duas tecnologias existentes – PCI Express e DisplayPort. PCI Express é a tecnologia que une todos os componentes de alto desempenho em um PC ou Mac, e sua inclusão no Thunderbolt significa que você pode conectar dispositivos como HDs externos para o seu MacBook Pro com as mesmas velocidades elevadas, bem como através de USB existente e periféricos FireWire, embora o uso de adaptadores.

O DisplayPort é o conector usado pela Apple, e muitas outras marcas como Dell e Lenovo, no lugar de portas VGA e DVI (Digital Visual Interface). O Raio da tecnologia embutida DisplayPort significa que você pode conectar um mini tela DisplayPort direto para a porta do Trovão, ou ligar DisplayPort, DVI, HDMI ou VGA exibe usando um adaptador, assim, podemos reduzir o número de buracos que você precisa sobre o lado de sua chassi do laptop.

fichas thunderbolt

Bem como ser rápido, a conexão Thunderbolt também pode executar vários protocolos usando um único cabo para que você possa se conectar a vários tipos diferentes de jogo tais como monitores e estações de encaixe.
Quando se trata do harware reais envolvidos, Thunderbolt compreende um chip controlador e um módulo de óptica, com este último usando lasers minúsculos e fotodetectores para converter eletricidade em luz e vice-versa. O chip é onde a magia do protocolo de comutação ocorre permitindo que você conecte periféricos como projetores, sem a necessidade de um conector diferente.

motherboard - thunderbolt

Em suma, o Thunderbolt significa para você é menor, os laptops mais finos, com menos conexões e, por sua vez, menos cabos. Isso também significa que os tipos de mídia será capaz de conectar-se a alta largura de banda de áudio e captura de vídeo e dispositivos de mistura. Embora a Apple é a primeira marca a lançar um produto com uma porta Thunderbolt, a conexão não será exclusivo para a marca de Cupertino, com outros fabricantes, como a Western Digital, que deverá incluir a tecnologia em produtos futuros. Apple pode desempenhar um grande papel na normalização das Thunderbolt ou vai seguir o caminho de FireWire? Estamos ansiosos para descobrir.

Fonte: Pocket-Lint

MacBook Air recebe Sandy Bridge e Thunderbolt em Junho ou Julho

AppleA Apple vai atualizar os seus dois modelos MacBook Air em junho ou julho para incluir os novos processadores da Intel e conectividade Thunderbolt. A fabricação destas unidades vai começar em Maio de acordo com o DigiTimes . Citando fontes da indústria, o site de Taiwan relata que muitos fornecedores para os novos modelos são os mesmos, incluindo a Quanta Computer, que é responsável pela montagem, Catcher Technology, que fabrica os chassis, e a Simplo Technology e Dynapack que fazem as baterias.

O relatório está de acordo com as estimativas de boatos anteriores e não deve ser surpreendente, dado o histórico de atualizações da Apple para o seu portátil ultra-fino – que saiu em outubro de 2010 e em vez de vir com um disco rígido tradicional vem apenas com unidades de estado sólido. Então, estreou-se um modelo ainda mais portátil de 11,6 polegadas.

Apple MacBook Air

A introdução dos processadores Sandy Bridge e conectividade Thunderbolt nos computador MacBook Air está a par com as ofertas das series MackBook Pro e iMac, que foram atualizados para obter essas melhorias em Fevereiro e início de Maio, respectivamente.

As fabricantes da concorrência, tais como a Dell e a Samsung, estão a lutar para criar portáteis mais finos para competir com o MacBook Air, usando chassis mais apelativos e unidadedes de estado sólido muito rápidas. O primeiro destes fabricantes está a trabalhar no sucessor da Adamo, enquanto ultra-portáteis Samsung Série 9 já sairam para venda nos EUA à alguns dias atrás.

Drivers: Nvidia 275.27 beta oferecem suporte para a Nvidia GTX 560 e GTX 580

nvidia logoA Nvidia lançou os novos drivers gráficos para acompanhar a nova placa gráfica, recem chegada, a GeForce GTX 560. Estes novos drivers permitem-lhe tirar partido de várias melhorias e pavimentar o caminho para a certificação WHQL. Embora a empresa mencione melhorias de desempenho, tanto para a GeForce GTX 400 como para a GTX 500, também existem melhorias específicas para a GTX 560 e para a GTX 580. Os dados abaixo foram obtidos através da comparação com os drivers beta v275.27 com os do mês passado.

As notas da versão mencionam um aumento de 12% no desempenho para os processadores de dois núcleos (dual-core) em situações limitadas ao CPU. As patches para placas gráficas com apenas um GPU vem resolver algumas distorções em alguns jogos, como Resident Evil 5, bem como o flickering no Empire: Total War e Battlefield: Bad Company 2. Também foram corrigidos erros no Homefront, World in Conflict: Soviet Assault, Lost Planet: Extreme Condition, Crysis ao usar configurações com SLI.

nVidia GTX 560 VS nVidia GTX 580

A família dos drivers da versão 275 são uma grande melhora relativamente à versão 270, ao oferecer mais opções como SLI automático e atualizações para perfis multi-GPU e antialiasing. Além disso, existe a opção "Nvidia Update" que veio nos drivers da versão 270 e avisa quando há novos controladores. Há também várias melhorias de scaling e 3D Vision.

Computadores de secretária:
Windows XP 32-bit | Windows XP 64-bit | Windows Vista / 7 32-bit | Windows Vista / 7 64-bit.

Portáteis: Windows Vista / 7 32-bit | Windows Vista / 7 64-bit.

Como criar códigos de barras no Windows

O código de barras é uma ferramenta eficaz que pode ser usada para representar dados em barras impressas para acelerar o processo de captura de dados. Existem muitas ferramentas para criação de códigos de barras disponíveis no mercado mas que podem custar alguns milhares. Na verdade, você pode criar os seus códigos de barras para uso diário com as aplicações do Office, como o Microsoft Word, Microsoft Excel, etc. A novidade é que isso pode ser feito por qualquer utilizador. Em seguida, vou explicar as etapas para a criação de código de barras com o WordPad, uma vez que é livre e já vem instalado em todos os Sistemas operativos Microsoft Windows.

Passos para fazer código de barras com o WordPad no Windows XP:

  1. Download das fontes (tipos de letra) do código de barras: free3of9.zip.
  2. Após isso, extraia o ficheiro free3of9.zip para uma pasta.
  3. Copie os ficheiros extraídos para a pasta das Fontes do Windows, para instalar os novos tipos de letra, normalmente esta pasta encontra-se em C:\Windows\Fonts.
  4. Após a instalação das fontes, clique no botão Iniciar, vá para Programas -> Acessórios -> WordPad.
  5. Depois disso, mudar o tipo de letra para fontes 3 de 9, em seguida, introduza os dados. por exemplo, MyDigitalLife *.

    codigo de barras para wordpad

  6. Note que todos os códigos de barras devem ter o caractere * (asterisco) no inicio e no fim dos numeros ou texto para indicar início e final da sequencia. Se não se colocar o asterisco no inicio e no fim o scanner não será capaz de ler o código de barras.
  7. Coloque o texto, string, números, dígitos ou caracteres que são codificados pelo código de barras abaixo do código de barras, por exemplo, MyDigitalLife como no exemplo acima.

Passos para criar código de barras com o WordPad no Windows 7:

  1. Download do 3 de 9 fontes de código de barras: free3of9.zip .
  2. Após isso, extraia o arquivo free3of9.zip para uma pasta.
  3. Botão direito do rato na fonte que deseja instalar e clique em Instalar.
  4. Após a instalação do 3 de 9 fontes, clique no botão Iniciar, vá até Todos os programas -> Acessórios -> WordPad.
  5. No WordPad, alterar as fontes para 3 de 9, em seguida, introduza os dados. por exemplo, MyDigitalLife.

codigo de barras no word

Note que todos os códigos de barras devem ter o caractere * (asterisco) no inicio e no fim dos números ou texto para indicar início e final da sequencia. Se não se colocar o asterisco no inicio e no fim o scanner não será capaz de ler o código de barras.

Coloque o texto, string, números, dígitos ou caracteres que são codificados pelo código de barras abaixo do código de barras, por exemplo, MyDigitalLife no exemplo acima.

As etapas acima não estão limitadas apenas para o Wordpad, também pode ser aplicado para o Microsoft Word, Microsoft Excel e qualquer outro editor de texto ou editor de imagem em que o tipo de fonte possa ser alterada.

Em caso de dúvidas não hesite, deixe comentário!

Fonte: MyDigitalLife

palavras-chave: como gerar codigo de barras, fonte windows codigo de barras, fazer código de barras, gerar codigo de barras, programa para fazer codigo de barras gratis, codigo de barras microsoft office, codigo de barras como criar, codigo de barras em texto, codigo de barras instalação quanto custa

Ferramenta de remoção de software malicioso (KB890830) – Maio 2011

virusA ferramenta da Microsoft para Remoção de Software Malicioso no Windows procura e ajuda a remover infecções causadas por software específico malicioso no Windows 7, Windows Server 2003, Windows Vista e Windows XP — incluindo o Blaster, o Sasser e o Mydoom. Quando o processo de detecção e remoção está concluído, a ferramenta apresenta um relatório que descreve o resultado, incluindo o software malicioso que foi detectado e removido, caso haja. A ferramenta cria um ficheiro de registo com o nome mrt.log na pasta %WINDIR%\debug.

Esta ferramenta não substitui um produto anti-vírus. Para ajudar a proteger o seu computador, deve utilizar um produto anti-vírus.

A Microsoft editará uma versão atualizada desta ferramenta na segunda terça-feira de cada mês. As novas versões serão disponibilizadas através do Windows Update e do Web site da Ferramenta de Remoção de Software Malicioso da Microsoft.

Para receber e instalar automaticamente as versões mais recentes assim que estas são publicadas, configure a funcionalidade Actualizações Automáticas para modo Automático. A versão desta ferramenta fornecida pelo Windows Update é executada no seu computador uma vez por mês, em segundo plano. Se for encontrada uma infecção, a ferramenta apresentará um relatório de estado na próxima vez que iniciar o seu computador. Se gostaria de executar esta ferramenta mais de uma vez por mês, execute a versão que se encontra disponível nesta página Web ou utilize a versão no Web site da Ferramenta de Remoção de Software Malicioso.

Consulte o artigo KB890830 para conhecer a lista de software malicioso que a versão actual da ferramenta é capaz de remover, bem como as instruções de utilização. Além disso, tenha em conta que esta ferramenta apresenta um relatório de informações anónimas para a Microsoft no caso de ser encontrada uma infecção ou um erro. O artigo KB mencionado acima contém informações sobre como desactivar esta funcionalidade e sobre a informação específica que é enviada para a Microsoft.

Recomendamos vivamente que consulte o artigo KB891716 antes de considerar a implementação desta ferramenta num ambiente empresarial.

O utilizador deve ter direitos de administrador para executar esta ferramenta. Esta ferramenta não será executável em nenhuma versão do Windows 98, Windows ME ou Windows NT 4.0.

Note que, agora, esta transferência é uma ferramenta multilingue. Para todos os idiomas suportados, a mesma ferramenta apresentará o idioma correcto automaticamente, dependendo do idioma do sistema operativo.

Download: Ferramenta de remoção de software malicioso – 32bits.

Download: Ferramenta de remoção de software malicioso – 64bits.

Fonte: Microsoft

Firefox Add-on: Download ThinkFree Viewer – visualizar qualquer documento sem instalar o Microsoft Office

Se você gostaria de ver ou editar qualquer documento na web, sem instalar qualquer pacote do Office em seu PC, agora existe uma solução fornecida pelo ThinkFree, que pode servi-lo. Nomeado como ThinkFree Viewer, que permite visualizar todos os formato de arquivo Microsoft Office diretamente do navegador Firefox convenientemente.

imagem do thinkfree viewer

ThinkFree Viewer pode ser instalado como extensão do Firefox que permite visualizar documentos do Microsoft Office Word processamento de folha de cálculo, apresentação e arquivos sem instalar qualquer outros aplicativos de escritório. Para abrir o documento usando ThinkFree Viewer, basta clicar no link do documento, em seguida, escolher "Ver com o ThinkFree" que aparecem no menu de contexto. Vai levar algum tempo para carregar e exibir o documento no navegador Firefox. Desde o visualizador, você pode formatar o documento exibido, como alterar o tamanho ou cor, adicione mesa, marcadores e numeração, bordas e compartilhar, copiar, cortar, inserir números de página, data / hora, envia a impressora para a impressão e etc ThinkFree Viewer é especialmente concebido com a interface como semelhante ao Microsoft Office, assim você não sente que é demasiado difícil para começar com.

Atualmente ThinkFree Viewer ainda está em fase de experiência inicial e há diferentes versões do ThinkFree Viewer sendo desenvolvidos para apoiar versão diferente do Firefox. Abaixo estão os links para download para as diferentes versões do Firefox:

Firefox 3.0 ou posterior: Download ThinkfreeFox 0.3
Firefox 2.0 ou posterior: Download ThinkFree Viewer 1.2
Firefox 1.x ou inferior: Download ThinkFree Viewer 1.1