Category Archives: SEO (Search Engine Optimization)

Lista de links para fazer ping a um site ou blog no windows live writer

Uma das características menos evidentes disponível no Windows Live Writer é a capacidade para fazer automaticamente ping para agregadores de blog populares cada vez que você publicar alguma coisa no seu blog. Esta funcionalidade permite dizer aos motores de busca que o seu blog ou site tem alterações.
Para usar este recurso, dirija-se ao menu das| Opções | Servidores Ping). Em seguida, adicione os nomes dos servidores que você quer fazer ping.
Alguns nomes de alguns motores de busca populares você pode escolher são:
Você também pode usar um serviço como o ping Ping-o-Matic (este serviço irá fazer automaticamente ping uma série de sites populares para o seu blog/site. Basta colocar o seguinte na lista de servidores de ping do Windows Live Writer:
Nota: Caso tenha um blog ou site e não use o Windows Live Writer pode fazer o ping ao seu blog/site com o Ping-o-Matic!
Anúncios

Como aumentar o Alexa Ranking

AlexaHoje em dia os serviços como o Text-Link-Ads, Sponsored-Reviews e outros sites do género utilizam o Alexa Ranking e o Google Page Rank no seu algoritmo de avaliação de sites.

Aqui deixo algumas dicas que o vão ajudar a aumentar o seu Alexa Ranking, bem como as visitas ao seu site.

1 – Instalar a Alexa Toolbar

Até à poucos meses, a Alexa Toolbar era exclusiva para Internet Explorer, razão pela qual o Alexa Ranking era provavelmente falível. Agora com a Alexa Sparky Toolbar para Firefox é mais fácil aumentar o seu ranking no Alexa e este torna-se um pouco mais perto da realidade.

2 – Colocar o Alexa Rank Widget no seu site

Colocando o widget do Alexa com o seu ranking no seu site pode aumentar o seu ranking, apesar de alguns especialistas dizerem que esta técnica já não funciona.

3 – Encorajar os seus leitores a utilizarem a Alexa toolbar

Apesar da maioria das toolbars serem sinónimo de spyware, adware e outros, o Sparky é bastante simples, ficando escondido na barra de estado e sem ocupar visualmente um grande espaço.

4 – Instalar a Alexa Toolbar nos computadores do seu trabalho/escola/outros

Apesar de não ser ético, esta é uma boa opção para aumentar o seu Alexa Ranking. Muitas das pessoas vão usar o Alexa Toolbar sem sequer notarem.

5 – Obter reviews dos seus utilizadores no Alexa acerca do seu site

Se os seus utilizadores fizerem reviews ao seu site no Alexa, provavelmente o seu ranking irá aumentar.

6 – Escrever acerca do Alexa no seu site/blog

Isso mesmo, tal como eu estou a escrever no WebTuga acerca do Alexa, muitos webmasters fazem o mesmo. Se parte dos seus utilizadores colaborarem ou forem webmasters, vão ser mais algumas visitas ao seu site com o Sparky instalado.

7 – Partilhar o seu blog/site com outros webmasters

Alguns dos webmasters sabem a importância que certos rankings têm para o seu site, portanto utilizam o Sparky. Se os seus colegas webmasters visitarem o seu site, só tem a ganhar.

8 – Escrever conteúdo de interesse relevante para Webmasters

Tal como foi dito anteriormente, as visitas de Webmasters são um ponto a mais para o seu Alexa Ranking aumentar.

9 – Crie ferramentas para webmasters

Ferramentas como Page Rank Checker, Topsites e métodos de divulgação de websites fazem com que os webmasters ao seu redor estejam em alerta no seu site. Isso irá aumentar as visitas de webmasters, logo aumenta o Alexa Rank.

10 – Faça com que o seu site seja divulgado

Seja pelo StumbleUpon, seja pelo Digg, seja por outros fóruns. Quantas mais visitas tiver o seu site, maior é a probabilidade de ter visitas que utilizem o Sparky.

São pequenas dicas que podem ajudar a aumentar o Alexa Ranking dos seus sites.

Fonte: WebTuga

Como aumentar o Alexa Ranking

AlexaHoje em dia os serviços como o Text-Link-Ads, Sponsored-Reviews e outros sites do género utilizam o Alexa ranking e o Google Page Rank no seu algoritmo de avaliação de sites.

Aqui deixo algumas dicas que o vão ajudar a aumentar o seu Alexa Ranking, bem como as visitas ao seu site.

1 – Instalar a Alexa Toolbar

Até à poucos meses, a Alexa Toolbar era exclusiva para Internet Explorer, razão pela qual o Alexa Ranking era provavelmente falível. Agora com a toolbar Sparky para Firefox é mais fácil aumentar o seu ranking no Alexa e este torna-se um pouco mais perto da realidade.

2 – Colocar o Alexa Rank Widget no seu site

Colocando o widget do Alexa com o seu ranking no seu site pode aumentar o seu ranking, apesar de alguns especialistas dizerem que esta técnica já não funciona.

3 – Encorajar os seus leitores a utilizarem a Alexa toolbar

Apesar da maioria das toolbars serem sinónimo de spyware, adware e outros, o Sparky é bastante simples, ficando escondido na barra de estado e sem ocupar visualmente um grande espaço.

4 – Instalar a Alexa Toolbar nos computadores do seu trabalho/escola/outros

Apesar de não ser ético, esta é uma boa opção para aumentar o seu Alexa Ranking. Muitas das pessoas vão usar o Alexa Toolbar sem sequer notarem.

5 – Obter reviews dos seus utilizadores no Alexa acerca do seu site

Se os seus utilizadores fizerem reviews ao seu site no Alexa, provavelmente o seu ranking irá aumentar.

6 – Escrever acerca do Alexa no seu site/blog

Isso mesmo, tal como eu estou a escrever no WebTuga acerca do Alexa, muitos webmasters fazem o mesmo. Se parte dos seus utilizadores colaborarem ou forem webmasters, vão ser mais algumas visitas ao seu site com o Sparky instalado.

7 – Partilhar o seu blog/site com outros webmasters

Alguns dos webmasters sabem a importância que certos rankings têm para o seu site, portanto utilizam o Sparky. Se os seus colegas webmasters visitarem o seu site, só tem a ganhar.

8 – Escrever conteúdo de interesse relevante para Webmasters

Tal como foi dito anteriormente, as visitas de Webmasters são um ponto a mais para o seu Alexa ranking aumentar.

9 – Crie ferramentas para webmasters

Ferramentas como Page Rank Checker, Topsites e métodos de divulgação de websites fazem com que os webmasters ao seu redor estejam em alerta no seu site. Isso irá aumentar as visitas de webmasters, logo aumenta o Alexa Rank.

10 – Faça com que o seu site seja divulgado

Seja pelo StumbleUpon, seja pelo Digg, seja por outros fóruns. Quantas mais visitas tiver o seu site, maior é a probabilidade de ter visitas que utilizem o Sparky.

São pequenas dicas que podem ajudar a aumentar o Alexa Ranking dos seus sites.

Fonte: WebTuga

20 Factores importantes para SEO no Google

20 Factores importantes para SEO no GoogleChegar aos primeiros lugares do Google, ou simplesmente garantir a indexação correcta dos nossos sites não é tarefa fácil. Há muitos factores que determinam o posicionamento de uma página ou site no Google. Como o Google é actualmente sem sombra de dúvidas o motor de pesquisa mais popular, para ter sucesso é preciso ter em atenção os factores mais relevantes para o seu algoritmo.

Os vários factores podem ser divididos em categorias, nomeadamente, os relativos à construção de cada página e site no seu conjunto, os factores externos ao site, os relativos ao domínio, etc.

1. Utilização da keyword no título da página. O título da página é bastante relevante para garantir um bom posicionamento. Os termos para os quais queremos optimizar a página devem ser incluídos no título da página. Os títulos devem ser diferentes de página para página e não devem incluir o nome do site no título da página, a não ser que queiram aumentar o reconhecimento da marca. Neste caso o melhor é deixar mesmo o nome do site para o final. Normalmente títulos curtos são preferíveis.

2. Utilização das keywords no texto da página é também importante. Se estamos a tentar optimizar uma página para uma determinada keyword, é obrigatório que esse termo apareça no texto.

3. O número de vezes que o termo (keyword) aparece no texto é também um factor relevante. Não sei ao certo que percentagem se deve usar, no entanto há software que dá indicações sobre este aspecto como o IPB. As keywords não deverão aparecer muitas vezes para não ser confundido com spam. Não se devem preocupar muito com este assunto, apenas garantir a naturalidade do texto, pois certamente que as keywords aparecerão naturamente.

4. Utilização da keyword no tag H1. Deve existir por página uma tag H1 com os termos para os quais queremos optimizar a página. Desta forma reforça-se a utilização da keyword no título da página. Através da inclusão de subtítulos em grupos de parágrafos, com as tags H2 e H3 aumenta-se a usabilidade da página e facilita a leitura do texto. Devem ser usadas outras tags como listas, parágrafos, etc

5. A utilização da keyword no domínio é um factor importante na construção do site e que aumenta a relevância da página. Por vezes um bom domínio é suficiente para garantir um bom posicionamento.

6. Utilização das keywords no url da página. Independentemente do domínio, a inclusão da keyword no nome da pagina e url são importantes e um factor adicional de optimização. Garantir urls amigáveis para os motores de pesquisa e desprovidos de caracteres especiais e sem significado aparente ajuda bastante na indexação e posicionamento nos motores de pesquisa.

7. A estrutura interna dos links é importante para aumentar a importância das páginas. Sempre que possível deve ser usada navegação baseada em texto com CSS. O número de links internos para uma página determina a sua relevância dentro de um site, e é também para a transferência de pagerank internamente. A utilização de anchor text correctos com as keywords que queremos optimizar é aconselhável.

8. Homepage deve ser mostrar credibilidade. Deve linkar para as principais paginas do site e todas essas páginas devem linkar todas para a homepage.

9. Os links para sites externos. Ter links para sites importantes sobre o mesmo assunto é importante. Ter links para sites de qualidade duvidosa poderá ser um problema.

10. As páginas mais antigas de um site têm normalmente mais possibilidade de obter bons posicionamentos do que as páginas mais recentes. Trata-se assim de mais um factor importante para obter bons resultados.

11. A quantidade de conteúdo indexável por página é bastante importante. Não há certamente uma quantidade exacta de texto a colocar, no entanto ter pouco texto indexável não é certamente um bom sinal. Colocar referências às keywords no início do texto e espalhar a utilização dessas keywords ao longo do texto é também importante. Num site, mais importante que a quantidade de texto é a clareza com que se estrutura a informação com as várias tags disponíveis. O texto deve ser escrito para os utilizadores e não para os motores de pesquisa.

12. Qualidade do conteúdo. Assume-se que o Google tem um algoritmo para medir a qualidade de determinado conteúdo. As variáveis que contribuem para isso podem ser várias mas não faltam fontes de informação ao Google para obter métricas objectivas e subjectivas.

13. O número de links e qualidade dos mesmos para um site é certamente um factor bastante importante. Qualidade e quantidade são importantes. Este é um dos factores diferenciadores do Google e o Pagerank, que mede isso é a forma mais visível de sabermos a popularidade de um site.

14. Idade de um site/domínio. Não é a idade de registo do domínio que importa, mas sim a data em que começou a ter conteúdo indexado que é relevante. Quanto mais antigo melhor.

15. A relevância dos links para o site. Uma das coisas que procuramos numa estratégia de link building, é garantir links em sites do mesmo assunto que o nosso. Esses são certamente os mais importantes para os motores de pesquisa e para conseguirem tráfego para as páginas.

16. Taxa de crescimento de links para o site. Existem alguns cuidados a ter, um deles é certamente não conseguir um grande número de links de uma vez só. Outra é garantir que ao longo do tempo o site continua a ganhar links de forma sustentada. Uma forma de conseguir isso é publicar conteúdos de qualidade que os outros referenciem. Outra forma é usar as conhecidas técnicas de linkbuilding.

17. O texto (anchor text) dos links. Por vezes é difícil controlar o texto que é usado para linkar para as nossas páginas, no entanto sempre que possível deve ser incluída a keyword nos links para o site. Os links para determinada página devem contudo usar variações e textos diferentes para não parecer spam.

18. A popularidade dos sites que colocam links para o nosso também é importante (link popularity). Daí a importância de obter links de sites importantes.

19. O tema do site ou página com link para o nosso é também um factor que o Google considera para pesar a relevância desse link. Quanto mais adaptado à temática do nosso site melhor.

20. A idade dos links é importante e relevante para garantir um bom posicionamento. Os links mais antigos são mais importantes.

As meta keyword tags não são usadas actualmente e não justificam perder muito tempo com elas, mas a meta description, embora não seja relevante para o posicionamento, ajuda a aumentar as visitas para a página, por isso deve ser sempre incluída, dando uma descrição correcta para cada página.

Existem também factores que podem contribuir negativamente para o posicionamento do site. Entre eles podem incluir-se: inacessibilidade do site frequente, conteúdos duplicados, títulos de paginas duplicados, links externos para sites sem qualidade, etc.

Fonte: tolnetwork.com

20 Factores importantes para SEO no Google

20 Factores importantes para SEO no GoogleChegar aos primeiros lugares do Google, ou simplesmente garantir a indexação correcta dos nossos sites não é tarefa fácil. Há muitos factores que determinam o posicionamento de uma página ou site no Google. Como o Google é actualmente sem sombra de dúvidas o motor de pesquisa mais popular, para ter sucesso é preciso ter em atenção os factores mais relevantes para o seu algoritmo.

Os vários factores podem ser divididos em categorias, nomeadamente, os relativos à construção de cada página e site no seu conjunto, os factores externos ao site, os relativos ao domínio, etc.

1. Utilização da keyword no título da página. O título da página é bastante relevante para garantir um bom posicionamento. Os termos para os quais queremos optimizar a página devem ser incluídos no título da página. Os títulos devem ser diferentes de página para página e não devem incluir o nome do site no título da página, a não ser que queiram aumentar o reconhecimento da marca. Neste caso o melhor é deixar mesmo o nome do site para o final. Normalmente títulos curtos são preferíveis.

2. Utilização das keywords no texto da página é também importante. Se estamos a tentar optimizar uma página para uma determinada keyword, é obrigatório que esse termo apareça no texto.

3. O número de vezes que o termo (keyword) aparece no texto é também um factor relevante. Não sei ao certo que percentagem se deve usar, no entanto há software que dá indicações sobre este aspecto como o IPB. As keywords não deverão aparecer muitas vezes para não ser confundido com spam. Não se devem preocupar muito com este assunto, apenas garantir a naturalidade do texto, pois certamente que as keywords aparecerão naturamente.

4. Utilização da keyword no tag H1. Deve existir por página uma tag H1 com os termos para os quais queremos optimizar a página. Desta forma reforça-se a utilização da keyword no título da página. Através da inclusão de subtítulos em grupos de parágrafos, com as tags H2 e H3 aumenta-se a usabilidade da página e facilita a leitura do texto. Devem ser usadas outras tags como listas, parágrafos, etc

5. A utilização da keyword no domínio é um factor importante na construção do site e que aumenta a relevância da página. Por vezes um bom domínio é suficiente para garantir um bom posicionamento.

6. Utilização das keywords no url da página. Independentemente do domínio, a inclusão da keyword no nome da pagina e url são importantes e um factor adicional de optimização. Garantir urls amigáveis para os motores de pesquisa e desprovidos de caracteres especiais e sem significado aparente ajuda bastante na indexação e posicionamento nos motores de pesquisa.

7. A estrutura interna dos links é importante para aumentar a importância das páginas. Sempre que possível deve ser usada navegação baseada em texto com CSS. O número de links internos para uma página determina a sua relevância dentro de um site, e é também para a transferência de pagerank internamente. A utilização de anchor text correctos com as keywords que queremos optimizar é aconselhável.

8. Homepage deve ser mostrar credibilidade. Deve linkar para as principais paginas do site e todas essas páginas devem linkar todas para a homepage.

9. Os links para sites externos. Ter links para sites importantes sobre o mesmo assunto é importante. Ter links para sites de qualidade duvidosa poderá ser um problema.

10. As páginas mais antigas de um site têm normalmente mais possibilidade de obter bons posicionamentos do que as páginas mais recentes. Trata-se assim de mais um factor importante para obter bons resultados.

11. A quantidade de conteúdo indexável por página é bastante importante. Não há certamente uma quantidade exacta de texto a colocar, no entanto ter pouco texto indexável não é certamente um bom sinal. Colocar referências às keywords no início do texto e espalhar a utilização dessas keywords ao longo do texto é também importante. Num site, mais importante que a quantidade de texto é a clareza com que se estrutura a informação com as várias tags disponíveis. O texto deve ser escrito para os utilizadores e não para os motores de pesquisa.

12. Qualidade do conteúdo. Assume-se que o Google tem um algoritmo para medir a qualidade de determinado conteúdo. As variáveis que contribuem para isso podem ser várias mas não faltam fontes de informação ao Google para obter métricas objectivas e subjectivas.

13. O número de links e qualidade dos mesmos para um site é certamente um factor bastante importante. Qualidade e quantidade são importantes. Este é um dos factores diferenciadores do Google e o Pagerank, que mede isso é a forma mais visível de sabermos a popularidade de um site.

14. Idade de um site/domínio. Não é a idade de registo do domínio que importa, mas sim a data em que começou a ter conteúdo indexado que é relevante. Quanto mais antigo melhor.

15. A relevância dos links para o site. Uma das coisas que procuramos numa estratégia de link building, é garantir links em sites do mesmo assunto que o nosso. Esses são certamente os mais importantes para os motores de pesquisa e para conseguirem tráfego para as páginas.

16. Taxa de crescimento de links para o site. Existem alguns cuidados a ter, um deles é certamente não conseguir um grande número de links de uma vez só. Outra é garantir que ao longo do tempo o site continua a ganhar links de forma sustentada. Uma forma de conseguir isso é publicar conteúdos de qualidade que os outros referenciem. Outra forma é usar as conhecidas técnicas de linkbuilding.

17. O texto (anchor text) dos links. Por vezes é difícil controlar o texto que é usado para linkar para as nossas páginas, no entanto sempre que possível deve ser incluída a keyword nos links para o site. Os links para determinada página devem contudo usar variações e textos diferentes para não parecer spam.

18. A popularidade dos sites que colocam links para o nosso também é importante (link popularity). Daí a importância de obter links de sites importantes.

19. O tema do site ou página com link para o nosso é também um factor que o Google considera para pesar a relevância desse link. Quanto mais adaptado à temática do nosso site melhor.

20. A idade dos links é importante e relevante para garantir um bom posicionamento. Os links mais antigos são mais importantes.

As meta keyword tags não são usadas actualmente e não justificam perder muito tempo com elas, mas a meta description, embora não seja relevante para o posicionamento, ajuda a aumentar as visitas para a página, por isso deve ser sempre incluída, dando uma descrição correcta para cada página.

Existem também factores que podem contribuir negativamente para o posicionamento do site. Entre eles podem incluir-se: inacessibilidade do site frequente, conteúdos duplicados, títulos de paginas duplicados, links externos para sites sem qualidade, etc.

Fonte: tolnetwork.com

SEO – O que é a tag robots ?

SEO - Search Engine OptimizationTão importante quanto conhecer a utilidade da tag keywords é saber usar a tag robots. A função desta tag é dizer aos motores de pesquisa (google, yahoo, msn, etc…) se devem indexar sua página ou não. Para quem não sabe, bloquear o seu site dos sites de procura tem as suas vantagens.
Quando você utiliza pop-ups ou iframes para mostrar o conteúdo do seu site, não é interessante que o motor de pesquisa indexe essas páginas; afinal, se elas forem acedidas individualmente não vão significar nada e não trarão um acesso real ao seu site.

Também pode ser interessante não indexar o seu site quando o seu conteúdo é restrito a um grupo de pessoas e você não precisa de divulgação, ou quando você quer fazer um blog mais reservado, por exemplo. Nestes casos, mesmo que outras pessoas linkem seu site (o primeiro passo para aparecer nos maiores buscadores sem fazer nenhum esforço) ele não aparecerá em nenhuma busca.

Os valores possíveis para esta tag são:





Aqui, os valores “index” e “noindex” referem-se ao tratamento da página inicial: se o motor de pesquisa deve ou não incluí-la nos resultados, respectivamente.

Já os valores “follow” e “nofollow” referem-se aos links da página inicial, se eles devem ser visitados e indexados ou não.

Portanto

Indexa a página inicial e todas as páginas nela referenciadas

Não indexa a página inicial, mas indexa as páginas nela referenciadas

Indexa a página inicial, mas nenhum link que ela contenha

Não indexa nem a página inicial e nem seus links.

Portanto, se você quiser evitar que os sites de pesquisa encontrem seu site, use a última opção. Porém, se você quiser que apenas o Google não encontre seu site, ou quiser remover uma página dos seus resultados de busca a partir da próxima varredura, pode utilizar a tag

A maioria dos buscadores armazena uma cópia da sua página em cache, para otimizar a busca. Para evitar isso, você pode utilizar a tag

Todavia, lembre-se que além de acelerar a busca, armazenar uma cópia do seu site em cache tem a finalidade de disponibilizar o resultado ao utilizador caso seu site esteja passando por algum problema técnico. Use esta tag somente se o conteúdo do seu site for muito específico quanto a essa necessidade.

Nota: quando ver isto: “<” , considere apenas o sinal de menor ( < ) , só pus aqui as aspas porque o meu blog atribui os comandos á pagina, neste caso as meta tags.

Fonte: InfoWester

SEO – O que é a tag robots ?

SEO - Search Engine OptimizationTão importante quanto conhecer a utilidade da tag keywords é saber usar a tag robots. A função desta tag é dizer aos motores de pesquisa (google, yahoo, msn, etc…) se devem indexar sua página ou não. Para quem não sabe, bloquear o seu site dos sites de procura tem as suas vantagens.
Quando você utiliza pop-ups ou iframes para mostrar o conteúdo do seu site, não é interessante que o motor de pesquisa indexe essas páginas; afinal, se elas forem acedidas individualmente não vão significar nada e não trarão um acesso real ao seu site.

Também pode ser interessante não indexar o seu site quando o seu conteúdo é restrito a um grupo de pessoas e você não precisa de divulgação, ou quando você quer fazer um blog mais reservado, por exemplo. Nestes casos, mesmo que outras pessoas linkem seu site (o primeiro passo para aparecer nos maiores buscadores sem fazer nenhum esforço) ele não aparecerá em nenhuma busca.

Os valores possíveis para esta tag são:





Aqui, os valores “index” e “noindex” referem-se ao tratamento da página inicial: se o motor de pesquisa deve ou não incluí-la nos resultados, respectivamente.

Já os valores “follow” e “nofollow” referem-se aos links da página inicial, se eles devem ser visitados e indexados ou não.

Portanto

Indexa a página inicial e todas as páginas nela referenciadas

Não indexa a página inicial, mas indexa as páginas nela referenciadas

Indexa a página inicial, mas nenhum link que ela contenha

Não indexa nem a página inicial e nem seus links.

Portanto, se você quiser evitar que os sites de pesquisa encontrem seu site, use a última opção. Porém, se você quiser que apenas o Google não encontre seu site, ou quiser remover uma página dos seus resultados de busca a partir da próxima varredura, pode utilizar a tag

A maioria dos buscadores armazena uma cópia da sua página em cache, para otimizar a busca. Para evitar isso, você pode utilizar a tag

Todavia, lembre-se que além de acelerar a busca, armazenar uma cópia do seu site em cache tem a finalidade de disponibilizar o resultado ao utilizador caso seu site esteja passando por algum problema técnico. Use esta tag somente se o conteúdo do seu site for muito específico quanto a essa necessidade.

Nota: quando ver isto: “<" , considere apenas o sinal de menor ( < ) , só pus aqui as aspas porque o meu blog atribui os comandos á pagina, neste caso as meta tags.

Fonte: InfoWester

SEO – Parte 1

INDEXAÇÃO
Indexação significa leitura da página pelo servidor, ou seja, o servidor lê a pagina e insere informações numa base de dados.
Para o seu site aparecer no google deve, pedir-lhe para indexar a sua página. Como faz isso? É fácil clique aqui ou entre em http://www.google.com/addurl.html e insira o url do seu site. Assim o google fica a saber que existe a sua página e tem de a indexar.
Nota: se não inserir a pagina no google, será muito mais difícl ou impossivel aparecer nas pesquisas.
Há quem defenda que devemos inserir a pagina em todos os motores de busca que conhecermos.
Os mais conhecidos são o Google, Yahoo e Msn.

URL
Uma boa forma de começar a implementar técnicas de SEO, é no inicio, quando criamos o site ou blog. Os motores de busca quando procuram palavras chave, o primeiro sitio onde vão é ao endereço url. Por isso, se ainda não tem um site, quando o criar, crie um url com uma palavra chave. Não é o meu caso, este blog é de informática e eu tenho o url celestinoxp.blogspot.com, ora se procurar por “celestinoxp” no google eu estou em primeira posição! O ideal seria por “informática” ou algo do género. Talvez um dia altere o nome do site, só existe o problema que as pessoas vão ter de saber da alteração, mas isso é fácil, ponho este blog a fazer um redireccionamento.

Título
Uma outra coisa que os motores de busca procuram é os títulos do site. Neste caso devemos ter especial atenção em por um título com algumas palavras chave.
Exemplo: Para quem tem ou quer fazer um site de carros, deve ter um titulo com a palavra “carro” ou “automóveis” incluída.

Meta Tags – Keywords
Para quem não sabe, as tags são os comandos de html, neste caso vou falar das meta keywords. Meta Tags são os comandos de html que enviam informações acerca da página para o servidor.
No código html, dentro da tag keywords devemos inserir as palavras chave, ou seja, as palavras mais relevantes do site. Existem vários tipos de tags, neste caso só vou falar das keywords. Pela experiencia que tenho aconselho a não inserir mais de 10 palavras chave.

Exemplo do código para as meta tags num blog de jardinagem:

html

Ferramentas
Também existe software para analisar o nosso site e nos ajudar a melhorar de forma a aparecer mais facilmente nos motores de busca. Procure no google por “SEO Tools”.

Outros
É claro que existem muitas outras formas para melhorar o nosso site, ao longo do tempo vou dar mais umas dicas…

SEO – Parte 1

INDEXAÇÃO
Indexação significa leitura da página pelo servidor, ou seja, o servidor lê a pagina e insere informações numa base de dados.
Para o seu site aparecer no google deve, pedir-lhe para indexar a sua página. Como faz isso? É fácil clique aqui ou entre em http://www.google.com/addurl.html e insira o url do seu site. Assim o google fica a saber que existe a sua página e tem de a indexar.
Nota: se não inserir a pagina no google, será muito mais difícl ou impossivel aparecer nas pesquisas.
Há quem defenda que devemos inserir a pagina em todos os motores de busca que conhecermos.
Os mais conhecidos são o Google, Yahoo e Msn.

URL
Uma boa forma de começar a implementar técnicas de SEO, é no inicio, quando criamos o site ou blog. Os motores de busca quando procuram palavras chave, o primeiro sitio onde vão é ao endereço url. Por isso, se ainda não tem um site, quando o criar, crie um url com uma palavra chave. Não é o meu caso, este blog é de informática e eu tenho o url celestinoxp.blogspot.com, ora se procurar por “celestinoxp” no google eu estou em primeira posição! O ideal seria por “informática” ou algo do género. Talvez um dia altere o nome do site, só existe o problema que as pessoas vão ter de saber da alteração, mas isso é fácil, ponho este blog a fazer um redireccionamento.

Título
Uma outra coisa que os motores de busca procuram é os títulos do site. Neste caso devemos ter especial atenção em por um título com algumas palavras chave.
Exemplo: Para quem tem ou quer fazer um site de carros, deve ter um titulo com a palavra “carro” ou “automóveis” incluída.

Meta Tags – Keywords
Para quem não sabe, as tags são os comandos de html, neste caso vou falar das meta keywords. Meta Tags são os comandos de html que enviam informações acerca da página para o servidor.
No código html, dentro da tag keywords devemos inserir as palavras chave, ou seja, as palavras mais relevantes do site. Existem vários tipos de tags, neste caso só vou falar das keywords. Pela experiencia que tenho aconselho a não inserir mais de 10 palavras chave.

Exemplo do código para as meta tags num blog de jardinagem:

html

Ferramentas
Também existe software para analisar o nosso site e nos ajudar a melhorar de forma a aparecer mais facilmente nos motores de busca. Procure no google por “SEO Tools”.

Outros
É claro que existem muitas outras formas para melhorar o nosso site, ao longo do tempo vou dar mais umas dicas…

SEO (Search Engine Optimization) – Page Rank eTraffic Rank

SEO (Search Engine Optimization)O termo SEO (Search Engine Optimization), significa optimização de sites para motores de busca.
Hoje em dia todas as pessoas que têm um site (ou blog), adorariam vê-lo aparecer nas pesquisas do google, msn ou yahoo, quando se procura uma determinada palavra chave, de forma a aumentar as suas visitas.
Muitas pessoas tem o objectivo de ter visitas em massa por causa da publicidade, quantas mais visitas e negocios, mais ganham…

Estratégias de SEO podem melhorar tanto o número de visitas quanto a qualidade dos visitantes, onde qualidade significa que os visitantes concluem a acção esperada pelo proprietário do site (ex. comprar, assinar, aprender algo). A Optimização para Sistemas de Busca normalmente é oferecida como um serviço profissional autónomo, ou como parte de um projecto de Webmarketing e pode ser muito eficaz quando incorporado no início do desenvolvimento do projecto de um website.

Uma coisa que nos pode ajudar muito é o pagerak.
O PageRank é uma família de algoritmos para dar pesos numéricos a documentos com hyperlink (ou páginas da web) indexadas por um motor de busca. Suas propriedades são muito discutidas por especialistas em SEO.
O sistema PageRank é usado pelo motor de busca Google para ajudar a determinar a relevância ou importância de uma página, ou seja, se tivermos um bom site o pagerank vai ser mais elevado, sendo o intervalo de valores entre 0 e 10, obviamente que se tivermos pagerank 10 o nosso site aparece nas primeiras pesquisas dos motores de busca.

Existe também um sistema chamado Alexa, é um serviço de Internet que mede quantos utilizadores da Internet visitam um site da web. Em http://www.alexa.com, você pode digitar o endereço do seu site e o Alexa mostrará também uma especie de ranking, mas neste caso, refere-se ao trafego de visitas. Isto também tem influencia para o nosso site aparecer nas pesquisas do Google e outros motores de busca.

Este blog neste momento tem pagerank 1, ora significa que é muito dificil o meu site aparecer no google se procurarmos por exemplo a palavra “downloads”.

No Alexa, neste momento, estou na posição 2,713,470, o que significa que existem 2,713,469 sites com mais tráfego que o meu.

Parece que tenhu muito que trabalhar para melhorar o PageRank e o Traffic Rank…

No próximo post vou mostrar algumas técnicas de SEO que nos podem ajudar a melhorar o pagerank do nosso site.

Se tem um site e quer ver qual a pontuação do seu PageRank, clique aqui!
Se tem um site e quer ver qual a pontuação do seu TrafficRank, clique aqui!

Não se esqueça de comentar este post, diga qual foi o page rank e o traffic rank do seu site!